domingo, 12 de outubro de 2008

Azul de Prata

Tempos gravados em pedra. Traços de séculos que passaram. Séculos de luz e de escuridão. Estórias de tempestade e bonança, de batalhas e retiros de calmaria, de glórias e desventuras.
E, ao fim e ao cabo, História.
Lar de personagens, figurinos, cenários e ferramentas. Faltam-lhe os guiões. Luz espectral inacabada e infindável.
Sophia

2 comentários:

Francisco M. disse...

Bonita fotografia, onde tiraste esta foto amiga?

Muitos beijinhos, Sophia =)

Sophia Pena disse...

Obrigada!
Esta foto foi tirada nas ruínas do Convento do Carmo, em Lisboa (Museu do Carmo).

Beijinhos :)