domingo, 29 de junho de 2008

Reflexos

O reflexo de algo. O reflexo de alguém.
Mais uma brilhante forma que a natureza e a civilização arranjaram de, incessantemente, desvirtuarem as coisas.
Por vezes, ampliados e abrilhantados, mostrando mais e maior do que a realidade. Outras vezes, diminuídos, esbatidos e ofuscados, apresentando menos e menor do que a verdade.
São reflexos.
Cabe a quem com eles encara, voltar-se e perceber qual o seu grau de fidelidade.
Sophia

2 comentários:

Casimiro disse...

Parece um vidro partido em mil pedaços... Bom sentido de oportunidade!

Sophia Pena disse...

Obrigada!
Esta foi daquelas fotos que pensei: "Tenho de tirar esta foto e tenho de a tirar assim e agora."
Podia ter saído mal, mas acho que até resultou bem. Claro que o meu trabalho foi quase 0, a incidência do Sol e a profundidade da água fizeram quase tudo.